---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Moradores de São Pascoal participam de reunião sobre regularização fundiária

Publicado em 08/07/2019 às 16:33 - Atualizado em 08/07/2019 às 16:33

O frio intenso não impediu que moradores de São Pascoal deixassem o conforto de suas casas para participar de reunião no pavilhão da igreja católica na noite de sexta-feira, 05. O encontro, organizado pela secretaria de administração, teve como objetivo apresentar o programa de regularização fundiária.

“Hoje vocês tem a posse, ninguém vai tomar o imóvel de vocês, mas com o título de propriedade vocês podem vender de forma legal, além de fazer algum financiamento para melhorias ou reformas. Os ganhos são muitos de ter a regularização”, explicou o secretário de administração Lademir Arcari, que está à frente das ações de regularização fundiária no município.

O diretor da Associação para o Desenvolvimento Habitacional Sustentável de Santa Catarina (Adehasc), Djalma Morell, destacou a seriedade do trabalho realizado em Irineópolis. “Este foi o primeiro município de Santa Catarina a regularizar um loteamento pela lei chamada Reurb. Irineópolis fez escola e há um ano entregou a primeira área regularizada de Santa Catarina e acredito que esta tenha sido uma das primeiras do Brasil”, disse Morell, que explicou como é realizado o processo de regularização fundiária e suas etapas, desde a consulta aos moradores, levantamento topográfico, entrega da documentação na prefeitura, procedimentos administrativos, entre outros.

A diretora da secretaria de administração, Lillian Dziedzic entregou aos moradores um formulário para que sejam preenchidas as informações sobre os proprietários dos imóveis e confrontantes, dados essenciais para que possa ser realizado o mapeamento da área. “A coleta dessas informações e a medição dos lotes são os primeiros passos do processo. Com isso, vamos conseguir apresentar um mapa da área para vocês, que decidirão sobre a continuidade do processo”, explicou.

A prefeitura já entregou títulos de propriedade para moradores dos loteamentos Stein e Plugge, com a adesão dos moradores de São Pascoal o município conta com 12 áreas com processo de regularização em andamento.