Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Caminhada e palestra marcam Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infantil

Publicado em 19/05/2022 às 09:23 - Atualizado em 19/05/2022 às 09:23

Para marcar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infantil, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) promoveu palestra e caminhada no centro de Irineópolis. As atividades aconteceram na manhã de quarta-feira, 18 de maio e envolveram escolas da rede municipal e estadual de ensino, equipes das secretarias de assistência social e saúde, além de profissionais de diferentes áreas.

A presidente do CMDCA, Juliana Portes, explicou que as mobilizações acontecem neste dia em todo o país para conscientizar a sociedade sobre a importância de proteger as crianças e adolescentes. Juliana também falou sobre o caso da garotinha Araceli, que aos oito anos de idade teve todos os seus direitos humanos violados. O caso aconteceu em Vitória (ES) em 18 de maio de 1973.

“Abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes é um assunto tão difícil de ser falado que muitas vezes fechamos os olhos para ele e fazemos de conta que ele não existe. Mas ele existe sim, e aqui no nosso município”, lembrou Juliana. A presidente do CMDCA também explicou que segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), que serve para auxiliar na formulação de politicas publicas só se consegue atingir dez por cento dos casos que acontecem de violência sexual no país. “Por isso nós estamos aqui, promovendo esta atividade e buscando mobilizar a sociedade, conscientizar a sociedade com relação a este tema”, destacou.

Durante a manhã de quarta-feira também aconteceu palestra com Amanda Martinazzo e Mauricio Renato Santin, sobre como denunciar os casos de abuso sexual de crianças e adolescentes. Eles também representaram o promotor Rodrigo Kurth Quadro, da comarca de Porto União, no evento. As atividades contaram com o apoio da Polícia Ambiental de Porto União, que utilizou drone para a realização de imagens do evento.